Iniciando na Godot

Daniel  SobrinhoDaniel Sobrinho03/07/2021 - 182 acessos

Iniciando na Godot

Nesse artigo vamos nos familiarizar com o básico da UI da Godot e iniciaremos um projeto.


No primeiro artigo onde iniciamos essa série sobre Godot, nos vimos algumas especificações do motor e onde obtê-lo, caso você ainda não tenha baixado em seu ambiente de trabalho, você pode encontrar os links no nosso primeiro poste da série clicando aqui.

 

Primeiro contato


Ao iniciar a Godot, você ira se deparar com essa janela.

 

Imagem sem descrição.
Imagem sem descrição.


Você pode notar duas abas no canto superior esquerdo. A primeira (Projects) é onde ficara a lista dos seus projetos, a segunda (Templates) é onde você encontra demos e templares para estudo criados pela comunidade. No canto superior direito, encontrasse o número da versão do motor que você está usando e do lado a linguagem que ira aparecer na UI, e sim, você pode colocar em PT-BR, porém nos manteremos em Inglês nessa série, nos sempre recomendamos que se mantenham os programas em inglês por convenção de nomes e facilidade de se acompanhar tutoriais e artigos vindos de todos os lugares, que em geral sempre se mantêm em inglês, mesmo que você não entenda o idioma, você pode ver o que está sendo feito e onde ir, por convenção em sua máquina será mais fácil repetir o processo e encontrar as ferramentas que a Godot (ou outro programa que esteja usando) oferece, pois a nomenclatura será a mesma.

Na aba Projects, a direita, você encontrara uma coluna com botões. O primeiro da lista contando de cima para baixo é o Edit, você usara ele para entrar nos projetos que está trabalhando (outra maneira de fazer isso é dar dois cliques com o botão esquerdo do mouse em cima do projeto em sua lista), em seguida temos Run, sua função é executar seu projeto direto da lista, dando play para que você possa testar ou mostrar de maneira dinâmica, sem precisar abrir o projeto inteiro no editor e depois executar o play, o próximo é o Scan, ele serve para procurar em sua máquina, pastas que tenham projetos da Godot, mas que não estejam listados, seguindo a ordem temos o New Project, como o nome já evidencia sua função, será com ele que você ira criar seu projeto Godot, seguindo a ordem temos o Import, ele tem a função similar ao Scan, mas de uma maneira diferente, ao contrário de pesquisar pela pasta e listá-la, ele importa e executa o projeto direto do arquivo .godot (e a mantêm listada), o próximo é o Rename para alteração do nome do arquivo, e em seguida o Remove para a remoção da lista.

Seguindo o rumo, vamos iniciar um projeto em branco, para fazer isso, basta ir na opção que falamos acima (New Project), selecionar onde o projeto ficara em sua máquina, após isso ele irar dar a opção de criar uma pasta com o nome desejado para o projeto (no nosso caso colocaremos o nome de “tutorial_godot”), caso a pasta já exista, você não conseguira criar o projeto, pois por definição a Godot pede uma pasta vazia para a criação de seus projetos, além do nome, nessa etapa você vê as opções de APIs gráficas que você pode utilizar, nos manteremos em OpenGL ES 3.0, caso sua máquina não seja compatível, pode escolher a segunda opção (OpenGL ES 2.0), e não se preocupe caso esteja com dúvidas, as APIs gráficas podem ser alteradas dentro do editor a qualquer momento. Pronto! Projeto criado! Agora você deve esta vendo essa tela, mostrando o projeto no editor.

 

Imagem sem descrição.
Imagem sem descrição.

 

Imagem sem descrição.
Imagem sem descrição.

 

No canto superior esquerdo, você deve estar vendo uma aba escrito “Scene”, é ai onde os nodes ficarão, todos aparentados, as scenes são como a Godot trabalha, um sprite é uma scene, um arquivo 3d importado é uma scene, o mundo base é uma scene que você coloca os outros objetos “parentados” nela, e se você instanciar essa mesma scene em outras scenes, tudo aparecera exatamente como esta na cena instanciada (mesmo que na scene que foi instanciada existam outras scenes salvas como scenas separadas que foram posicionadas dentro dela, e qualquer alteração na scene automaticamente será feito nessa mesma scene que esta em outra scene sem precisar instanciar a versão alterada). Isso parece confuso, mas é bem simples na verdade, aos poucos você percebera que a Godot tem um workflow pragmático e com uma boa curva de aprendizagem.

Ainda na parte das Scenes, podemos notar quatro opções assim que iniciamos uma nova cena, podemos também perceber uma separação de cor, para 2d a cor sempre será azul, 3dvermelho, UI verde, a última opção é para adicionar um node especifico, se você clicar em uma das 3 primeiras opções, será criado um node base correspondente ao tipo de cena selecionada, porém se você quer criar um botão especifico, que será repetido em várias cenas diferentes de UI, você pode já criar uma cena de botão, sem precisar de uma cena base de UI, qualquer configuração nele aparecera do mesmo jeito em qualquer lugar onde instanciar, mesmo sendo menus diferentes por exemplo.

Ainda no canto esquerdo da UI, na parte inferior, podemos ver uma aba escrito “FileSystem”, essa aba ira conter todos os arquivos do projeto, caso queira adicionar algo novo, como um modelo 3d ou imagem, basta arrastar e soltar direto nessa aba. Você também pode criar pastas, Scenes e scripts clicando com o botão direito direto no corpo da aba.

Indo para a parte central da UI, notamos logo em cima as opções: 2D, 3D, Script e AssetLib. 2D e 3D, alteram a visão da view, para visualizar os sprites 2d colocados em uma scene 2d, você tem que estar no modo de visão específico para isso, a mesma coisa para UI, mesmo que o jogo seja 3d, você só vera a UI que criou usando a visão 2d na view. Em Script você vai encontrar todos os arquivos que está programando e que deixou aberto no editor. AssetLib, é onde você encontra não só assets criados pela comunidade, como também plugins.
Seguindo com a parte central da UI, bem no meio vemos nosso ambiente de trabalho, todas as scenes abertas apareceram como as abas de navegador, clicando nelas, você vera o que está acontecendo na tela, você também pode distribuir a visão em mais janelas para ter perspectivas diferentes da mesma scene, para isso basta ir em View e escolher a quantidade de divisões que deseja. Dentro da View, em Perspective, você pode altera o tipo de visão como Wireframe, ativar e desativar algumas coisas na visão do editor, como o contador de FPS. Como você pode ter percebido, estamos pulando alguns itens presentes na UI, não se preocupe, por enquanto vamos passar pelo básico, e com o tempo adentrar mais a fundo no editor.

Ainda no centro já na parte inferior, temos a janela com o Output, Debugger, Audio, Animation. Assim que criamos o projeto essa janela fica escondida, para abrir ou fechar, basta clicar em uma dessas opções. Abordaremos esses itens mais para frente.

Seguindo para o canto superior direito da UI, temos as opções na ordem da esquerda para a direita Play (f5), Pause (f7), Stop (f8), Play Scene (f6) e Play Costum Scene (Ctrl + Shift + f5).

Play – Executa a Scene padrão de inicialização que foi marcada nas configurações do projeto.
Pause – Pausa a Scene que está sendo executada no momento.
Stop – Para de executar a Scene que foi aberta.
Play Scene – Executa a Scene que esta atualmente aberta no editor.
Play Costum Scene – Executa diretamente dos arquivos uma Scene sem precisar abrir ela no editor.

Ainda no canto direito da UI, vemos duas abas: Inspector e Node. Na aba Inspector, você encontrar as propriedades básicas da Scene que está trabalhando como a matriz, texto, material, etc. Em Node, você vera algumas opções para os mesmos, abordaremos mais para frente o uso desses recursos.

 

Por enquanto é isso pessoal. Antes de começarmos a prática do desenvolvimento na Godot, precisamos entender a disposição das ferramentas, para focarmos melhor na teoria. Até o próximo tutorial.



godot game engine game indie game development open source

Compartilhe nas redes sociais



Daniel  Sobrinho

Daniel Sobrinho

Olá. Eu trabalho com jogos e mídias digitais, com foco na parte de designer e planejamento.


Fórum

Ficou com alguma dúvida? utilize nosso fórum de perguntas e respostas, lá nossa comunidade poderá te ajudar.

https://forum.satellasoft.com