Introdução ao ZBrush

Daniel ValimDaniel Valim29/04/2015 às 03:31:59 - 8.170 acessos

Introdução e conceitos gerais sobre o ZBrush.


A computação gráfica é algo muito utilizado por estúdios de games, filmes e animações há anos, e cada vez mais vem se aprimorando e conquistando resultados surpreendentes e muito próximos á perfeição, mas nem sempre foi assim, no início eram imagens abstratas e com poucas quantidades de polígonos.

Hoje existem diversas ferramentas para modelagem 3D, tais como Blender, 3Ds Max, Maya, ZBrush, entre outros, todas muito eficientes, mas o ZBrush conseguiu seu espaço no mercado pelo seu modo de trabalho diferenciado, propondo modos mais eficazes e criativos para modelar um personagem, e garantindo detalhes esplendidos, pois ele trabalha com uma quantidade exorbitante de polígonos, fazendo com que a quantidade de detalhes seja ainda maior do que os demais, e tudo isso com bastante praticidade.

O ZBrush é uma ferramenta criada e desenvolvida pela empresa Pixologic, e é possível criar qualquer objeto no ZBrush, no entanto, ele é ainda mais eficaz em criar projetos orgânicos (humanos, humanoides, animais, monstros), pois no modo popular de dizer, ele é mais "redondinho" nos detalhes, mas não impedindo o usuário de soltar a imaginação e criar carros, robôs e casas.

Um breve exemplo de quantidade de polígonos para uma melhor visualização dos detalhes é mostrada nas imagens a seguir:

espada low poly no ZBrush                            

POUCOS POLIGONOS                 

espada high poly ZBrush

MUITOS POLIGONOS

Há alguns problemas que podem limitar o usuário do ZBrush, sendo eles:

• É um software pago;
• Não permite fazer animações;
• Não permite criar esqueleto para animações;
• Por ter muitos polígonos, as esculturas tornam-se um tanto pesadas, mas depende do uso.

Resumindo, o ZBrush é uma ferramenta fantástica para se trabalhar e até brincar, é fácil para aprender (até porque aprendi com vídeo-aulas no youtube).

O que é necessário para ficar bom nisso?

Algo que qualquer artista deve ter em mente é que modelar, exige paciência, pois esteja preparado para errar, passar horas a fio modelando algo complexo, e tenha um senso de observação aguçado, lógico que isso você pode adquirir com o tempo, até porque, até hoje não sou muito bom nisso, confesso. Mas caia de cara, se arrisque, faça coisas simples primeiro, para pegar os macetes de como usar, e te garanto que você consegue dominar o software rapidinho, e é gratificante fazer isso.

A próxima postagem será sobre como iniciar no zbrush, pretendo fazer pelo menos uma postagem semanal, pois infelizmente meu tempo é curto.

Agradeço a todos que leram essa matéria, e qualquer dúvida, deixa um comentário que eu respondo quando puder.

Obrigado!


modelagem zbrush 3d game cinema personagens jogos digitais esculturas conceitos

Compartilhe


Daniel Valim

Daniel Valim

Estudante de Gestão da TI na Universidade do Oeste Paulista - FIPP, com 21 anos de idade, mora em Rancharia, interior de São Paulo. "Embora trabalhe a 4 anos com informática, sempre tive interesse por técnicas de modelagem 3D, animação 2D edição de fotos e games em geral" Apresentou um minicurso sobre ZBrush na universidade Unoeste - FIPP. Sempre procuro ser o melhor em tudo que faço, mesmo com pouco material na mão, posso fazer muito, com um grande sonho em trabalhar em uma empresa de games



Site atualizado

Olá, nosso site recebeu uma nova atualização e por conta disso, alguns artigos ainda estão sendo atualizados. Dependendo do conteúdo que você procura, poderá encontrar imagens e trechos de códigos mal formatados.

Estamos trabalhando para normalizar todos os conteúdos, muito em breve, esse problema não mais existirá.


Comentários